quinta-feira, 9 de novembro de 2017

Histórias: Acontece | Fundação Eça de Queiroz



Durante o mês de Agosto fui visitar a Fundação Eça de Queiroz, localizada em Tormes, Baião, Porto. Esta fundação surgiu, na década de 80, por vontade de familiares e descendentes de Eça de Queiroz, com o intuito de preservar e divulgar a vida e obra do escritor. 

Este património é constituído por um espaço museológico - Casa de Tormes, uma biblioteca, um arquivo, um mini-auditório e um espaço para serviços administrativos. 


Casa de Tormes - Espaço Museológico

É neste local que se encontram todo o espólio que pertenceu a Eça de Queiroz. Com esta espaço pretende-se preservar e partilhar a memória cultural do autor.  A visita a este espaço é feita apenas com visitas guiadas disponibilizadas hora em hora: 9h30, 10h30, 11h30, 12h30, 14h30, 15h30 e 16h30. O preço normal do bilhete é 5 €, com descontos para seniores, jovens e estudantes. 

Esta foi uma visita que gostei bastante. Localizado num espaço maravilhoso, com vista para o Douro torna-se num passeio cultural muito agradável.

Na Casa de Tormes podemos ver a sua escrivaninha onde se diz que Eça de Queiroz escrevia os seus romances de pé. Os seus livros, a sua biblioteca, os seus chapéus. 


Escrivaninha de Eça de Queiroz


Biblioteca


Notas do romance A Cidade e as Serras


Armário para correspondência


Na Casa de Tormes existem também uma sala de estar, um quarto, um salão de jantar e uma varanda e uma cozinha. Todos os espaços foram requalificados, contudo foi preservado o estilo e ambiente queirosianos.


Sala de estar


Foto de Eça de Queiroz


Objectos pessoais, entre os quais o seu monócolo


Varanda


Objectos em prata (muito apreciados por Eça de Queiroz)


Quarto


Cozinha


Neste percurso está incluído uma visita à capela da propriedade (embora Eça de Queiroz não fosse muito religioso) e o lagar que hoje em dia serve apenas para exposição.


Capela


Lagar

A Fundação Eça de Queiroz organiza, também, diversas actividades culturais e literárias durante o ano. O Seminário Queirosiano, organizado todos os anos para os interessados na obra literária do autor, concertos de verão e colóquios. 

Existem ainda um restaurante aberto ao público com uma ementa especial e dedicada a Eça de Queiroz, onde podemos provar os pratos que o autor tanto fala no seu livro A Cidade e as Serras


Menu


Fachada do Restaurante


É possível a realização do Percurso de Jacinto, descrito romance A Cidade e as Serras, com um total de 3 Km. Não sendo um percurso fácil é aconselhado a pessoas fisicamente bem preparadas, pois é bastante exigente. 


A Fundação organiza, também, programas especiais que incluem a visita ao espaço museológico, a realização do Caminho de Jacinto e uma viagem de comboio. Nesta viagem poderão ser servidos almoços queirosianos, merendas ou simplesmente fazer prova de vinhos.

Existem ainda espaços para eventos que poderão ser alugados.

Espaço exterior para eventos

Recomenda a visita a este espaço maravilhoso para todos os amantes de literatura e das obras de Eça de Queiroz. 

Contudo, aconselho a utilizarem o GPS para lá chegarem, pois não são caminhos fáceis.  

Boa visita e boas leituras.

4 comentários:

  1. Olá, Isa!
    Também já tive o prazer de estar na Fundação do "nosso" Eça e adorei todos os seus cantinhos! E, tal como tu, sofremos bastante para encontrá-la, mesmo com o GPS! Mas valeu bem a pena, entrar no mundinho de um dos nossos grandes!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Ana,
      É lindo, não é?! Fiquei mesmo feliz por a ter visitado. Acho que valeu mesmo a pena :) Adorei!
      Um beijinho e boas leituras

      Eliminar
  2. Olá Isa,
    Obrigada por teres partilhado! Um local a visitar!
    Beijinhos

    ResponderEliminar